ROD FARROW CONTA A SUA GRANDE OPORTUNIDADE

O case de sucesso da Lamont Fruit Farm, em Nova Iorque foi a primeira participação internacional do III Seminário Internacional de Fruticultura. Rod Farrow falou na tarde de quarta-feira, 18 de maio para um auditório de aproximadamente 350 pessoas, na Casa do Povo em Vacaria.

Ao iniciar sua fala, Rod comentou o primeiro tema do Seminário – a sucessão familiar. A propriedade que hoje tem e administra foi adquirida de uma sucessão de cinco gerações: “Graças a este último, que decidiu vender eu pude ter a minha fazenda e iniciar o meu processo de sucessão”.

Mostrando a sua visão empreendedora, da experiência que tem da fruticultura norte-americana, Farrow, que está em Vacaria desde a terça-feira, 17, esteve visitando pomares no município e conhecendo a realidade da maçã e da safra deste ano. Para ele, a mudança de clima está afetando os riscos que os produtores podem correr. Neste sentido, Farrow avalia que pra ganhar dinheiro é preciso gastar dinheiro. Mas gastar como forma de investimento. Assim, a recompensa virá gradativamente.

Rod Farrow é produtor de maçã em Nova Iorque, com área de 200 hectares plantados. Sua empresa mudou a estratégia de atuação, com o objetivo de aumentar a lucratividade. Para tanto, a nova estratégia desenvolvida foi não reduzir custos e sim, aumentar a percentagem de maçãs de maior qualidade e, portanto, maior preço no mercado.

Segundo Rod, o segredo não é produzir mais toneladas por hectare, mas produzir alta percentagem de frutas de tamanho e qualidade mais valorizadas mercadologicamente.

O painelista descreveu como são conduzidos os pomares de sua empresa com uma visão futurista, com grande interação com resultados de pesquisa e adoção de tecnologias inovadoras na produção de maçãs.

Finalizando, Rod citou a colheita robotizada, a valorização das cultivares e uma nova revolução na indústria da maçã como fatores importantes, que devem ser levados em consideração como novidades que estão “ali na esquina”, ou seja, estão por vir.